Vendedores de rua: Rio de Janeiro, 1908

Cartão da mesma série de Costumes da Casa Staffa mostrada ontem. Esse retrata o quitandeiro e o caixeiro de venda. Circulado em 1908:

Anúncios

Vendedores de rua: Rio de Janeiro, 1907

Interessantíssimo postal da Casa Staffa, retratando vendedores de rua no Rio de Janeiro de 1907: vendedor de cebolas, vendedor de aves e “kiosque” japonês ambulante. O que será que esse último vendia?

Amanhã postarei um outro cartão da mesma série.

P.S.: para ler sobre a Casa Staffa, recomendo o livro Imagens do Passado (São Paulo e Rio de Janeiro nos primórdios do cinema) de José Inácio de Melo Souza – Editora Senac.

Trecho do livro. O italiano Staffa foi um dos pioneiros do cinema no Rio de Janeiro.

Rua Primeiro de Março: Marc Ferrez

Postal do início do século XX, retratando a Rua Primeiro de Março (antiga Rua Direita). Reparar no Morro do Castelo ao fundo, ainda com seu casario. A foto é de Marc Ferrez:

Aqui uma foto da fachada da bem sucedida loja fotográfica de Marc Ferrez, na Rua Rodrigo Silva, onde seus postais eram comercializados:

A grande pensão Vigouroux na Ladeira do Meirelles, 4 (Santa Thereza – Rio de Janeiro)

Postal da casa Leon de Rennes retratando a pensão Vigouroux (RJ), com anotações de hóspede não identificado que morou no local de 1903 a 1905. Reparar na anotação “dining room” feita a mão sobre o prédio mais baixo. Os dois X desenhados no prédio mais alto indicam “my bedroom“.

A pensão Vigouroux foi durante muito tempo um lugar refinado, frequentado por diplomatas. Ver abaixo uma notícia do jornal Correio da Manhã datada de 6 de junho de 1909 , quando o nosso hóspede misterioso já não habitava o local: